Menu
Circular Citri proRESI

Água: um bem escasso e cada vez mais valorizado

2021/3/22

Neste Dia Mundial da Água, queremos recordar a importância deste recurso natural para as nossas vidas, recurso esse que está a ser cada vez mais ameaçado pela escassez e cuja valorização se está a tornar uma realidade. Tanto assim é que a água já é negociada como recurso em contratos futuros na bolsa de Nova Iorque. Há mesmo quem preveja que o seu preço irá variar da mesma forma que commodities como o petróleo ou o ouro.

Desde setembro do ano passado que agricultores, hedge funds e municípios podem investir em futuros contra ou a favor da escassez deste bem, tendo já sido lançados contratos ligados à indústria de cerca de 900 milhões de euros, do mercado de água da Califórnia, nos Estados Unidos. Estes contratos futuros irão ajudar os utilizadores da água a gerir o risco e a alinhar melhor a oferta e a procura, sendo que os contratos são acordados financeiramente e não requerem a entrega física de água, estando baseados no índice de Água Nasdaq Veles Califórnia, que foi lançado em 2018.

As alterações climáticas estão a pressionar diretamente os recursos hídricos, quer através de mudanças no regime de precipitação, quer pelo aumento das temperaturas, o que provoca mudanças significativas em termos de disponibilidade deste recurso, e irá ter um impacto significativo no preço da água, tornando-o um tema que irá estar na ordem do dia nos próximos anos.

Na Blueotter, aliámo-nos ao combate à poluição, uma das grandes causas associadas às alterações climáticas, através do nosso serviço gestão global de resíduos, no domínio da gestão global de resíduos, serviços públicos e soluções de tratamento, através de unidades de triagem, unidades de valorização de resíduos, RCDs, produção de combustíveis alternativos, unidades de valorização de resíduos por biopilha, unidades de tratamento e eliminação de resíduos por confinamento técnico em aterro, duas centrais de produção de energia renovável (central solar e central de biogás, integradas com a produção); e um laboratório com acreditação e certificação pela Norma ISO 17025.

Atualmente, cerca de dois mil milhões de pessoas têm problemas de acesso à água nos seus países e estima-se que, nos próximos quatro anos, quase dois terços da população mundial venha a sofrer quebras no abastecimento de água.