Menu
Circular Citri proRESI

Autoconsumo de energia: Um caminho para um mundo mais sustentável

2022/5/25

Num planeta que se quer cada vez mais sustentável, é cada vez mais importante adotarmos medidas para promover a autossuficiência energética.

Portugal é um país privilegiado pelas condições ideais para a implementação de energias renováveis, cerca de 260 dias de sol por ano. Assim, pode tornar-se uma referência mundial para a redução da pegada ambiental e na descarbonização do planeta.

Podemos, por isso, dizer que o autoconsumo de energia é, atualmente, mais presente que futuro. A autossuficiência energética é uma alternativa economicamente mais vantajosa, e oferece mais segurança face a falhas na rede elétrica.

Mas o que é, ao certo, o autoconsumo de energia?

A produção em autoconsumo consiste na atividade de produção – com origem solar, eólica, ou outra - destinada a satisfazer as necessidades próprias de abastecimento de energia elétrica, quer seja um cliente doméstico, ou uma empresa.

O autoconsumo energético pode reduzir significativamente a fatura de energia em cerca de 80%, uma vez que o consumo energético é feito em simultâneo com a produção de energia, por exemplo, no caso da energia fotovoltaica. Além da redução na fatura de energia, permite otimizar os custos de exploração, tornando a empresa mais sustentável.

Com recurso a duas centrais de produção energética, a Blueotter é uma das empresas em Portugal a contribuir para a redução da pegada ambiental e também para a descarbonização.

A Blueotter enquanto empresa de gestão de resíduos e referência para o setor do ambiente, procura implementar processos e tecnologias que contribuam para a sustentabilidade do grupo, em particular no respeito pelo ambiente e pela comunidade.

Atualmente, o grupo já dispõe de 450 módulos fotovoltaicos e uma central de produção de energia elétrica a partir de biogás, com potência de 1MW. Este investimento enquadra-se na estratégia de sustentabilidade energética do grupo Blueotter.

A qualidade de vida da nossa comunidade depende dos esforços de cada pessoa e de cada organização. Todos os gestos contam, da separação que fazemos em casa dos nossos resíduos, para reciclagem, aos nossos hábitos de consumo e produção de energia.